12 assassinatos marcam dia mais violento em Salvador e região metropolitana em dois meses

Foto: Ilustração

Salvador e região metropolitana registraram a terça-feira (25) mais violenta dos meses de novembro e outubro deste ano. De acordo com o levantamento registrado pelo boletim da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), 12 pessoas foram assassinadas.

A maioria das vítimas é da capital: oito. A cidade de Simões Filho vem logo atrás, com três pessoas mortas, seguida de Candeias, que registrou um assassinato. Do total de vítimas, nove não foram identificadas ainda – apenas uma delas é mulher.

Em Salvador, duas vítimas foram mortas no bairro de Plataforma, na Rua 17 de Fevereiro. Os dois homens, que ainda não foram identificados, estavam ao lado de um campo de futebol, quando foram mortos a tiros no final da tarde.

Outro homem também foi morto no bairro de São Marcos. Ele foi identificado como Luzael Conceição dos Santos, de 47 anos. Luzael estava na Avenida São Rafael, que é a principal da localidade, quando foi assassinado por volta das 19h. Na mesma ação, uma mulher também foi ferida. O estado de saúde dela não foi divulgado.

Ainda na capital, os outros crimes aconteceram nas localidades de Pituaçu, Nova Brasília, Sussuarana Velha, Castelo Branco e Escada. Nenhuma das vítimas teve identidade reconhecida, até a publicação desta matéria.

Em Simões Filho, duas das mortes aconteceram por volta das 22h, na Avenida Elmo Cerejo, que fica na região do Centro Industrial de Aratu (CIA). Os dois homens foram assassinados próximo a um posto de combustível.

A terceira morte em Simões Filho aconteceu também durante a noite, por volta das 21h. O jovem Jonatan Souza dos Santos, de 19 anos, foi morto a tiros na Avenida Periférica II, também no CIA.

Já em Candeias, a vítima foi o Reinaldo de Assis da Silva, de 37 anos. Ele foi assassinado na zona rural. Não há detalhes sobre a morte dele. Os casos estão sendo investigados pela polícia. Informações do G1.

Comentários no Facebook