Abin projeta 5,5 mil mortes em 15 dias no Brasil e faz previsões da necessidade de leitos na Bahia

Apesar das declarações em que minimiza a gravidade da pandemia do novo coronavírus, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), recebe relatórios da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) que alertam sobre o impacto da doença no Brasil, de acordo com o portal The Intercept Brasil.

O documento mais recente, de segunda-feira (23), projeta que 5.571 brasileiros devem morrer por Covid-19 em duas semanas, até o dia 6 de abril.

Os informes da Abin são classificados como sigilosos e enviados também a agentes de governos estaduais. 

O relatório (confira a íntegra aqui) ainda faz previsão sobre a necessidade de leitos no país e nos estados. Na projeção considerando as curvas epidêmicas do Irã, Itália e China, em duas semanas, a Bahia teria necessidade de 638 leitos para Covid-19. Já se fossem consideradas as curvas epidêmicas da França e Alemanha, a Bahia iria precisar de 219 leitos em duas semanas. Informações do Metro1.

Comentários no Facebook