Após ser punido por chamar Daniela de ‘endemoniada’, Isidório celebra ‘paz’

Foto: Montagem bahia.ba/ Max Haack/ Ag Haack/ Jefferson Peixoto/ Agecom

O deputado federal Pastor Sargento Isidório (Avante) voltou a falar do “atrito” que teve com a cantora Daniela Mercury, em entrevista ao programa “Isso é Bahia”, na rádio A Tarde 103,9 FM, com Fernando Duarte e Jefferson Beltrão, na manhã desta segunda-feira (4). “Quando a vi, uma mulher digna e pacificadora. Porém, para mim, politicamente seria importante continuar o processo porque meu público mantém o que eu falo. Só que eu entendi o seguinte: a gente vai ficando velho, tem hora que perdemos o controle”, confessou.

A confusão teve início após o parlamentar chamar a baiana de “endemoniada” e dizer que ela tinha o intuito de criar um “sindicato da viadagem”. Por isso, a defesa de Daniela entrou com uma ação por injúria e um acordo foi firmado, estabelecendo que ele deveria pagar uma multa referente a 25% do seu salário por cinco meses ao Instituto Nice de Apoio a Mulheres Travestis e Transsexuais e o Hospital Martagão Gesteira.

“A cantora chamou o satanás, sim. Deu palavrão. Cada pessoa tem seu momento. Mas quando a vi de perto, percebi que é serena, tranquila… O que ganharia ficar acirrando? Não preciso disso para ganhar voto. Ela é uma cantora muito importante”, reconheceu e completou: “Fizemos as pazes, abraçamos um ao outro e ainda vou recebê-la na Fundação Dr. Jesus”. O encontro, na verdade, faz parte do acordo feito. No entanto, a data ainda não foi divulgada. Informações do Bahia Notícias.

Comentários no Facebook