Após suspensão de funcionamento por causa da Covid-19, comércio de rua de Salvador amanhece fechado

As lojas do comércio de rua de Salvador amanheceram fechadas neste sábado (28) por causa do decreto que suspende o funcionamento desses estabelecimentos. A suspensão, anunciada pelo prefeito da capital baiana, ACM Neto, é uma medida de prevenção contra o novo coronavírus.

O decreto vale para todos os estabelecimentos acima de 200 m² de área total. Estabelecimentos com área menor não são obrigados a fechar. A justificativa é que lojas maiores facilitam maior aglomeração, já que comportam maior público.

Por isso, a Avenida Sete de Setembro, por exemplo, que costuma ter uma grande movimentação de pessoas por causa do grande comércio que comporta, amanheceu vazia.

A medida seguirá até o dia 4 de abril, mesma data em que termina o período em que os shoppings centers estão fechados. No entanto, assim como os grandes centro de compras, essa medida pode ser prorrogada.

O decreto não é aplicável aos seguintes estabelecimentos, independente do tamanho:

  • Lojas de materiais de construção;
  • Lojas de material de limpeza;
  • Lojas que fornecem insumos ou equipamentos para saúde;
  • Oficinas e lojas de autopeças;
  • Supermercados em geral;
  • Padarias;
  • Açougues;
  • Estabelecimentos de gêneros alimentícios;
  • Petshops.

Outras medidas anunciadas pela prefeitura de Salvador

Higienização da cidade

Um trabalho especial de higienização começará a ser feito na cidade, para garantir a prevenção ao coronavírus. O prefeito não detalhou em quais bairros essa higienização será feita, mas garantiu que passarão pela limpeza os locais de principal fluxo de pessoas, as principais ruas e avenidas de Salvador e praças públicas.

A limpeza também será reforçada nas localidades próximas às unidades de saúde, como hospitais, clínicas, unidades básicas de saúde, postos de saúde da família e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). As limpezas serão feitas em dois horários: às 6h e a partir das 17h.

A limpeza será feita com hipoclorito de sódio. No processo, serão usados 80 pulverizadores, quatro veículos adaptados e dez carros pipas com desinfetantes. Serão 120 funcionários diretamente envolvidos no reforço da higienização da capital.

Ainda de acordo com o prefeito, essa limpeza não afetará a limpeza regular que já é feita na cidade.

Prioridade para pacientes em tratamento de câncer

Assim como os idosos, as pessoas em tratamento de câncer também terão horário prioritário para fazer compras nos supermercados, por causa da baixa imunidade. A determinação começou na sexta-feira (27) e estabelece o período das 7h às 9h para estes pacientes, mesma faixa de horário destinada aos idosos. Informações do G1.

Comentários no Facebook