Brasil é o 9º país que mais envia estudantes para os EUA

Ilustração

O Brasil é o nono país que mais envia estudantes para os Estados Unidos. O dado faz parte do Relatório Open Doors 2019, divulgado nesta segunda-feira (18/11/2019). Ao todo, as faculdades e universidades estadunidenses tem mais de um milhão de alunos estrangeiros.

Em um ano, o número de estudantes brasileiros que foram para os Estados Unidos aumentou 9,8%, quando comparado às matrículas de 2018 e 2019.

Segundo dados do Intercâmbio Educacional Internacional e do Bureau de Assuntos Educacionais e Culturais do Departamento de Estado dos EUA, 0 número de estudantes internacionais no país aumentou 0,05% no mesmo período.

O Brasil também experimenta um aumento significativo de 29,9% no recebimento de estudantes dos EUA em relação ao último ano. Segundo o relatório Open Doors 2019, os Estados Unidos continuam sendo o principal anfitrião de estudantes internacionais em todo o mundo.

O Open Doors é realizado anualmente desde 1954 pelo Institute of International Education (IIE). A pesquisa traz informações sobre estudantes internacionais que vão estudar nos Estados Unidos, e também sobre a situação reversa, estudantes americanos no exterior.

Apesar do aumento, o índice está abaixo do registrado no biênio 2017/2018. À época, o número de brasileiros estudando em universidades dos Estados Unidos cresceu 11,7%, passando de 13.089 para 14.620. Em 2015 e 2016 o Brasil registrou queda.

O Brasil é precedido por outros países como México, Arábia Saudita e Coréia do Sul no envio de estudantes. A China ocupa o topo da lista entre as localidades de origem de matriculados em universidades norte-americanas. Informações do Metrópoles.

Comentários no Facebook