Brasil pode ingressar na OCDE em três anos, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse hoje (23) que o Brasil deve concluir a entrada na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em até três anos. Ele participou da live (transmissão ao vivo) semanal com o presidente Jair Bolsonaro, pelo Facebook. 

Mais cedo, os Estados Unidos formalizaram o apoio à entrada do Brasil na OCDE, durante reunião do órgão em Paris, na França. 

“O reforço dos EUA no apoiamento do ingresso do Brasil nos ajuda e a gente estima aí que num prazo de dois a três anos a gente possa estar nesse seleto grupo de países, mais uma vez abrindo sua economia, trazendo empregos de qualidade e melhorando a vida dos brasileiros”, disse Lorenzoni.  “Desde a década de 1990 que o Brasil tabalha para ingressar nesse seleto grupo de países”. 

Segundo o ministro, a internalização das práticas de boa governança da OCDE será positiva para o Brasil, dentre os que disputam uma vaga no órgão, que está mais próximo desses padrões. “O país, ao internalizar as práticas da OCDE, não apenas melhora sua governança interna, melhora a condição da chegada do investimento internacional e faz parte desse processo importante da internacionalização da economia brasileira. O Brasil, de todos os países não membros, é o mais aderente”.

Promessa de Trump

Ao comentar o assunto, o presidente Jair Bolsonaro atribuiu a decisão do governo dos EUA a um pedido que ele mesmo fez ao presidente norte-americano Donald Trump, durante a visita a Washington, em março.   

“Em nossa viagem aos EUA, há um mês e meio, eu pedi ao presidente Trump que nos aceitasse nesse grupo [OCDE]. E ele aceitou e logo depois divulgou e começou a trabalhar nesse sentido. Vale a pena dizer também que eu pedi ao presidente Trump que o Brasil fosse incluído na condição de grande aliado extra-OTAN [Organização do Tratado do Atlântico Norte] e, há duas semanas, ele também enviou essa mensagem ao Congresso americano para nos incluir nessa categoria”, disse.

Na reunião ministerial da OCDE que ocorre hoje em Paris, os EUA reafirmaram seu apoio ao ingresso do Brasil na organização. Atualmente, todos os 36 membros da OCDE apoiam a nossa entrada, fruto da confiança no novo Brasil que estamos construindo, mais livre, aberto e justo. 👍 pic.twitter.com/XJYq7M62A5— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) May 23, 2019

EBC

Comentários no Facebook