Camaçari: Justiça manda suspender contrato de dedetização do Legislativo

O Juiz Daniel L. Falcão, da 2ª Vara da da Fazenda Pública de Camaçari, determinou a imediata suspensão do contrato de desinsetização, desratização, descupinização, realizado entre a Câmara de Vereadores de Camaçari e a empresa Larclean Saúde Ambiental Ltda. Datada de sexta-feira (8), decisão do magistrado também determina a suspensão de novos pagamentos à empresa e a apresentação pelo Legislativo de justificativa para o contrato, no prazo de até 15 dias.

Medida atende ação impetrada pelo pelo promotor Everardo Yunes, do Ministério Público de Camaçari, que considerou que o gasto com valor total de aproximadamente R$ 140 mil apresentava indícios de superfaturamento e configurava ato de improbidade administrativa. Segundo matéria do Camaçari Agora, ação do MP visa suspender o contrato com validade até 31 de dezembro. Informações do Camaçari Agora.

Comentários no Facebook