Camaçari: Obras de mobilidade executadas a passos de tartaruga

Ordem de Serviço para duplicação do Viaduto do Trabalhador foi assinada - Foto: Reprodução

As obras que a Prefeitura executa na Avenida Jorge Amado e o anúncio na próxima quarta-feira (23/10) do início da duplicação do viaduto do trabalhador vão desafogar o trânsito na região. Sem dúvidas, as ações vão melhorar a mobilidade urbana na cidade e são extremamente necessárias.

No entanto, a população está de saco cheio por causa da morosidade do serviço. É um coloca e tira asfalto, demarcação viária, canteiros, entre outros. Com certeza, essa falta de planejamento não está saindo barata aos cofres públicos. Será esse o motivo de o orçamento das obras, que inicialmente era de R$ 8 milhões saltar para cerca de R$13 milhões?

A demora na execução da obra também dificulta ainda mais a vida das pessoas que precisam passar todos os dias pelo local. Os constantes engarrafamentos causados pelos maquinários na pista, além dos famosos gargalos para acessar o viaduto do trabalhador nas horas de pico tiram a paciência dos motoristas.

Outra situação desesperadora é a lembrança no inconsciente coletivo dos munícipes de que uma simples ponte ficou interditada por quase dois anos na Gleba C para uma obra emergencial, dificultando a vida dos moradores e comerciantes da localidade. Será que vai acontecer o mesmo com o viaduto? As obras da Jorge Amado deveriam ser entregues em setembro de 2018.

Para não parecer uma crítica tendenciosa, com o objetivo de macular a imagem de quem quer que seja, o Portal Bahia Ligada foi buscar algumas grandes obras feitas em tempos recordes para serem comparadas com as realizadas pelo governo municipal. Que sonho!

O blog da Odebrecht Enegenharia e Construções traz algumas curiosidades das construções mais rápidas do mundo (https://www.oec-eng.com/mundooec/pt-br/curiosidades/construcoes-mais-rapidas-do-mundo-0.)

Vejamos:  

Ark Hotel – 15 andares em 48h

Construído na China, um dos principais expoentes das revoluções tecnológicas de meios construtivos, o Ark Hotel ficou pronto em tempo recorde! O edifício, que é resistente a terremotos, tem estrutura diagonal em aço e pré-fabricados e utilizou 6 vezes menos material do que uma construção convencional. Além disso, apenas 1% do que foi utilizado se transformou em resíduo, ou seja, uma construção sustentável e amiga do meio ambiente. Além dos dois dias para a estrutura ser montada, mais quatro foram usados para o acabamento, totalizando menos de uma semana para finalizar a obra!

Mini Sky City – 57 andares em 19 dia

Mini Sky City

Foto: Divulgação

Mini Sky City, na China, foi construído em apenas 19 dias pelo grupo Broad, especialista em técnicas de execução ultrarrápida, utilizando materiais pré-fabricados. Trata-se de um prédio de 57 andares (208 metros de altura), 800 apartamentos e espaço para 4.000 pessoas. Foram usados 2.736 módulos pré-fabricados na construção do prédio, que resiste a terremotos de até 9 graus na escala Richter!

Holanda – Rodovia A12 – Túnel feito em 48h

Imagine ter que construir um túnel de cerca de 70 metros, passando por baixo de uma estrada movimentada… Agora imagine fazer isso em um final de semana! Parece impossível, mas não é! Na Holanda, engenheiros executaram o projeto, que possibilitaria a passagem de animais silvestres, em apenas dois dias. O trecho da estrada foi aberto e escavado, permitindo que o túnel pré-moldado fosse instalado. Isso com a ajuda de diversos guindastes e caminhões que fizeram o posicionamento de suas 3.600 toneladas no lugar certo! Depois disso, foram preenchidos os espaços e a estrada recapeada. Tudo isso em 48h!

Nanlong Railway Station – Estação de trem construída em 9h

Nanlong

Foto: Divulgação

Para construir a Nanlong Railway Station, na China, foi necessário um pequeno exército com cerca de 1.500 trabalhadores. Pudera: a obra foi toda realizada em menos de 9h! Para concluir o projeto dentro do prazo, foram necessários sete trens e 23 escavadeiras carregando os materiais pré-fabricados que estavam nas redondezas. Os trabalhadores foram divididos em 7 equipes, que faziam seus trabalhos de forma independente e muito sincronizada. Tudo isso enquanto a cidade tinha uma boa noite de sono!

Ponte Sanyuan – Trecho do viaduto construído em 43h

via GIPHY

Imaginar uma obra como a substituição de um viaduto normalmente é sinônimo de interdições e caminhos desviados. Na China, o cenário pode ser um pouco diferente. O viaduto de Sanyuan, em Pequim, demorou menos de dois dias para ser substituído. Enquanto a demolição foi feita nos moldes convencionais, a reconstrução foi feita com estruturas pré-fabricadas, utilizando um piso de 55m de comprimento e 44m de largura, com nove vigas de aço que pesavam no total 1.300 toneladas! Embora a técnica de pré-moldados não seja tão comum em obras públicas de infraestrutura, a utilização dessa técnica foi o principal fator para que a ponte ficasse pronta em 43h!

T30 Hotel – 30 andares em 15 dias

Um hotel inteiro construído em 360 horas! O T30 utilizou 333 blocos pré-moldados e de fácil encaixe em seus 17.000m² e contou com a mão de obra de 200 funcionários, que trabalhavam em 3 turnos diferentes diariamente. Além de rápida, foi uma construção sustentável, já que produziu menos entulho e utilizou seis vezes menos material. O prédio ainda conta com 30 tipos de mecanismos para economizar energia, que vão de luzes de LED até paredes que refletem a luz do sol e fazem o ambiente ficar menos quente, reduzindo a necessidade do ar condicionado no verão. Tudo pronto em 15 dias! Impressionante, não?

Com informações do blog da Odebrecht Engenharia

Comentários no Facebook