Candeias: Líder do governo na Câmara acredita que morte de Junior da CCA, não tem motivação política

Foto: Reprodução

Amigos e colegas do vereador Junior da CCA (PP), morto a tiros na noite deste domingo (24), no bairro do Sarandi, em Candeias, Região Metropolitana de Salvador (RMS), lamentaram o crime. Ele estava na companhia da esposa em um bar próximo à casa dos dois quando foi atingido por disparos de arma de fogo durante um ataque. Outras cinco pessoas ficaram feridas, mas Junior foi o único que não resistiu aos ferimentos.  

Durante um ato realizado na manhã desta segunda-feira (25), na Câmara de Vereadores do município, em homangem ao edil, colegas de sigla disseram estar supresos com o crime e que esperam que o caso possa ser solucionado pelas autoridades. Até o momento, não há informações sobre autoria e a motivação do ataque. 

O líder de governo na Câmara, Gil Soares (PP), disse que cultivava uma relação amistosa com o vereador e que ele era querido por todos. Soares não acredita que a morte tenha relação com desavenças políticas.

“Lamentável o ocorrido, eu não queria estar aqui neste momento. O vereador já foi secretário do Emprego e Renda e estava no primeiro mandato como vereador. Ainda não iniciamos os trabalhos legislativos e houve essa fatalidade, mas acredito que logo em breve será esclarecido os fatos e a motivação [do crime]. Quero prestar as minhas condolências à família, que Deus conforte e dê forças para superar esse momento de angústia”, disse. 

“Um jovem que foi secretário e que o povo o conduzindo até à Câmara de Vereadores. Um jovem que defendia uma classe e uma tese, era fiel às suas convicções, mas lamentavelmente teve sua vida ceifada. Saímos candidatos pelo mesmo partido e disputamos votos, uma relação amistosa, sempre tivemos um bom relacionamento, acredito que não tenha sido uma motivação política, mas ainda é cedo para fecharmos qualquer conclusão acerca do ocorrido, somente lamentar”, completou o líder de governo.

Sepultamento

O corpo do vereador foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) no final da manhã e encaminhado para Câmara Municipal de Candeias, onde acontece uma cerimônia. A assessoria do IML informou que uma missa será realizada às 15h, antes do sepultamento que acontece às 17h no cemitério Recanto da Saudade. 

A vítima gravou um vídeo na companhia de amigos momentos antes do ataque. Nas imagens, é possível ver o clima de descontração entre eles. Via Bnews.

Comentários no Facebook