Cican oferece 1,2 mil mamografias no Outubro Rosa e tem programação especial

Foto: Gustavo Urpia/SECOM

Mulheres de 50 a 69 anos podem fazer a mamografia de rastreio no Centro Estadual de Oncologia (Cican), em Salvador, no mês de outubro. A distribuição de senhas ocorrerá em dois sábados — 5 e 19 —, a partir das 6h30. Serão distribuídas 600 senhas em cada sábado, totalizando 1,2 mil mulheres atendidas. 

As 100 primeiras mulheres que receberem a senha farão o exame no próprio sábado e as demais sairão com o exame agendado ainda para o mês de outubro. As mulheres deverão comparecer com original e cópia do RG, CPF, Cartão Nacional de Saúde e comprovante de residência. Além das mamografias, todos os serviços oferecidos normalmente no centro serão mantidos, sendo realizados de segunda a sexta-feira (que são os dias de funcionamento da unidade). 

“É uma importante missão identificar e tratar essa doença que chega a matar ou deixa sequelas”, afirma o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas. “Havendo a suspeita de câncer, são feitos exames complementares. Se a paciente for diagnosticada com câncer e houver indicação, ela será encaminhada para receber o tratamento complementar adequado”, acrescenta. 

Programação especial 

Aos sábados, a Arena Rosa – Saúde e Artesanato será montada no Cican e vai funcionar das 8h às 13h, com exposição e venda de produtos artesanais diversos, aula de dança e alongamento e orientação à saúde, com foco na adoção de hábitos saudáveis de vida, reduzindo o risco para desenvolver o câncer de mama. 

Para complementar a programação, haverá uma apresentação musical em cada sábado. No dia 5 serão as Ganhadeiras de Itapuã e, no dia 19, a Roda de Samba Jereré. As mulheres que estiverem no centro também podem participar de palestras sobre autocuidado e saúde. As ações são resultado de parceria com a Superintendência dos Desportos (Sudesb), a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e a Rede Brasileira de Diagnóstico (RBD), parceiro privado do Governo do Estado que faz a gestão da Parceria Público-Privada (PPP) de Diagnóstico por Imagem. 

Fonte: Ascom/Sesab

Comentários no Facebook