CLN vai plantar 25 mil mudas de plantas nativas na Linha Verde até 2021

A Concessionária Litoral Norte (CLN), uma empresa do grupo Invepar, deu início ao plantio de 25 mil mudas nativas da mata atlântica, ao longo Linha Verde. A ação integra o programa de revitalização desenvolvido pela empresa na Área de Proteção Ambiental do Litoral Norte (APA Litoral Norte). Ao todo, o programa prevê o plantio de 21 espécimes nativas, entre elas mangaba, o cajueiro e o jenipapo. 

O trabalho é desenvolvido por profissionais especializados e a expectativa é que seja concluído até o final do ano que vem. Todas as etapas de plantio terão acompanhamento até a autossustentabilidade das árvores, como adubação, coroamento das mudas etc. Além do benefício ambiental, as novas árvores vão contribuir também com a purificação do ar, qualidade da água e melhor estabilização dos taludes e aterros.        

Para Adriana de Castro, gestora da APA Litoral Norte/Inema – Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, as ações de plantio o programa estão em sintonia com o objetivo da preservação. “O programa de recomposição ambiental que está sendo desenvolvido pela concessionária Litoral Norte é de extrema importância para que possamos alcançar o equilíbrio entre desenvolvimento e preservação dentro da APA Litoral Norte”, afirmou a gestora.   

A revitalização da APA Litoral Norte conta ainda com obras de contenção de encostas, construção e reconstrução do sistema de drenagem, desenvolvimento de revestimento vegetal, recuperação de taludes e construção de um aterro no entorno da BA-099. Ao todo, serão investidos de R$30 milhões. Sobre a CLN  A Concessionária Litoral Norte (CLN), uma empresa Invepar Rodovias, administra a rodovia BA-099, que compreende a Estrada do Coco (a partir do km 7,7) e a Linha Verde, conectando Lauro de Freitas até a divisa dos estados da Bahia e de Sergipe, com extensão total de 217km, entre 183km de rodovias e 35km de vias de acesso.

A concessionária presta serviço para o Governo da Bahia e é fiscalizada e regulamentada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia. Atualmente, a empresa gera cerca de 400 empregos diretos e indiretos e já repassou mais de R$ 26 milhões em impostos para os municípios da região. Informações da Agerba.

Comentários no Facebook