Clubes da Série B anunciam pacote de medidas durante paralisação pelo coronavírus

Foto: Reprodução

Os clubes que disputam a Série B do Brasileiro, incluindo o Vitória, anunciam um pacote de medidas com o intuito de evitar um colapso financeiro com a paralisação do futebol no país devido à pandemia do coronavírus. Dentre as propostas, está a antecipação das férias do elenco, que já foram programadas pelo Leão, em 20 dias a partir do dia 1° de abril e a possibilidade de redução salarial de jogadores, funcionários e comissão técnica em 25%. O diretor jurídico do Leão, Dilson Pereira Júnior, comentou a situação.

“Por ora essa questão da redução do salário não é algo concreto”, declarou em entrevista ao Bahia Notícias. “Se após esse período de férias, o isolamento social persistir vai gerar a necessidade de rever o contrato de trabalho para se adequar à situação e ele ser equilibrado, já que não há a contraprestação proporcional. O clube paga o salário para que o jogador atue nas competições. Se o atleta não está atuando em competições, já que está em isolamento social, evidentemente são situações que precisam ser revistas. Isso só vem mediante a negociação entre as partes para se chegar a um desconto de valores. Este é o raciocínio dos clubes que tem negociado a todo momento com jogadores e sindicatos para tomar uma decisão uniforme e consensual”, explicou.

Os clubes definiram o pagamento integral dos salários referentes ao mês de março. Uma nova reunião está prevista para o próximo dia 15 para avaliar o cenário em meio à pandemia do coronavírus. Já em relação ao retorno dos campeonatos, as agremiações pretendem solicitar às federações, confederações e entidades organizadoras para que seja dado um prazo de 20 dias antes da bola voltar a rolar para recuperar os atletas fisicamente. Por fim, as agremiações colocam suas dependências, como estádios e centros de treinamento, à disposição das autoridades para ajudarem de alguma forma o combate à epidemia do coronavírus e o tratamento de pessoas com a Covid-19. Informações do Bahia Notícias.

Comentários no Facebook