Com eficácia de 65,3%, Indonésia adota uso emergencial da Coronavac

Foto: Reprodução

A Agência de Alimentos e Medicamentos da Indonésia — equivalente à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no país — anunciou nesta segunda-feira (11) que a Coronavac, vacina contra a covid-19, apresentou 65,3% de eficácia com base em resultados preliminares de testes clínicos realizados no país em estágio avançado.

Com esses números, a agência optou por aprovar o uso emergencial da vacina da farmacêutica chinesa Sinovac para combater a pandemia do novo coronavírus. A expectativa é que cheguem mais 122,5 milhões de doses do imunizante, somando-se aos três milhões que já estão no país. 

Até o momento, a Indonésia registrou um total de 836,7 mil casos de covid-19, que resultaram em 24,3 mil mortes.

“Esses resultados atendem aos requisitos da Organização Mundial da Saúde de um mínimo de eficácia de 50%”, afirmou Penny K. Lukito, que dirige a agência reguladora de alimentos e medicamentos do país, BPOM.

No Brasil, os estudos da Coronavac demonstraram uma eficácia de 78% da vacina. No país, o imunizante é produzido também com a parceria do Instituto Butantan. Já na Turquia, a eficácia medida é de 91,25%, com base em análises provisórias. Informações do Correio*.

Comentários no Facebook