Compromisso global pela segurança no trânsito foi tema do VI Encontro Mundial de Ongs

Mais de 270 participantes vindos de diversos pontos do planeta, com muita vontade de fazer a diferença por um trânsito mais humano e seguro. Essa foi a receita que deu vida ao VI Encontro Mundial de ONGs pela Segurança no Trânsito. Em cinco dias de workshops, palestras e debates, organizações não-governamentais, líderes de empresas e agentes públicos ligados à mobilidade reforçaram a importância do combate à violência no trânsito.

“A segurança viária não deveria ser diferente de qualquer outra doença não comunicável”, defendeu Matthew Baldwin, coordenador europeu de Mobilidade Sustentável, destacando que esta também é uma questão de saúde pública. No entanto, para Ahmed Shelbaya, criador e diretor da Nada Foundation (Egito), a sociedade tem dificuldade em ver a questão por essa ótica. “Se descobríssemos um tratamento/cura para o câncer amanhã, imediatamente o aplicaríamos. Nós já temos o tratamento para a violência no trânsito, mas não o colocamos em prática”, lamenta.

Etienne Krug, diretor do Departamento de Prevenção de Violências, Lesões e Incapacitações da Organização Mundial de Saúde (OMS), chamou a atenção para o modelo de trânsito que adotamos, centralizado nos automóveis. “Nós passamos o último século construindo um sistema de transporte baseado em carros. Precisamos dedicar o próximo século a construir um sistema de transporte em torno de pessoas. Precisamos pensar nos ciclistas, nos pedestres. Só assim vamos avançar”.

Os participantes renovaram o compromisso de alcançar a meta de diminuir em 50% as mortes e lesões graves em acidentes, até 2030. Nesse cenário, David Ward, presidente da Towards Zero Foundation e da Global NCAP, destacou o papel das organizações da sociedade civil.“Se pensarmos no que foi realizado nos últimos 20 anos, nada disso teria acontecido sem as ONGs”.

O VI Encontro Mundial de ONGs pela Segurança no Trânsito aconteceu de 9 a 13 de abril em Chania, na Grécia. Maior evento já realizado até hoje pela Global Alliance, ele também serviu de preparação para a III Conferência Ministerial Global, marcada para 19 e 20 de fevereiro de 2020, em Estocolmo, na Suécia.

Fonte: Portal do Trânsito

Comentários no Facebook