Conselho Tutelar vai ouvir jovens acusadas por mãe de cortarem cabelo de modelo mirim

A mãe da modelo infantil Ketly Luize conversou com a reportagem do Grupo Aratu na manhã desta quinta-feira (12/3). Ela afirma que sua filha teve o cabelo cortado por duas colegas na escola em que estuda, no bairro de Itapuã, em Salvador. O caso teria acontecido na véspera de Carnaval, no dia 19 de fevereiro, mas Ana Gleice decidiu expor nas redes sociais o drama da filha na última quarta-feira (11/3).

“Minha filha disse que as colegas levaram ela em uma sala para fazer as pazes [após um mal entendido] e, uma pegou uma tesoura que estava escondida na saia e disse ‘agora você vai ver o que a gente vai fazer com você’, virou ela de costas e começou a cortar o cabelo”, relatou. Ainda de acordo com Ana Gleice, as suspeitas serão ouvidas nesta quinta-feira (12/3) no Conselho Tutelar de Itapuã. 

Ana Gleice lembreou ainda sobre o estado da filha após o incidente. “Ela está traumatizada, com vergonha das pessoas, não quer aparecer.” A vítima foi transferida para outra escola. A unidade escolar em que a criança estuda negou o fato. Disse também que a menina em nenhum momento comunicou a agressão aos funcionários do colégio. Informações do Aratu on.

Comentários no Facebook