Cotações do petróleo têm pior semana em uma década

Foto: Ilustração

Os preços do petróleo encerraram ontem (13) a pior semana desde a crise financeira de 2008. Abalado pela pandemia de coronavírus e por esforços da Arábia Saudita e aliados para inundar o mercado com níveis recordes de oferta.

As cotações chegaram a registrar alta hoje, recuperando-se depois de os Estados Unidos e outros países assinarem planos de suporte a economias em enfraquecimento.

O Brent fechou esta sexta em alta de 1,90%, a US$ 33,85 por barril, enquanto o WTI subiu 0,70%, a US$ 31,73. Informações do Metro1.

Comentários no Facebook