Em carta, juiz admite ter prejudicado Robson Conceição em luta por título no boxe

Foto: Divulgação

O juiz Stephen Blea, um dos jurados da luta entre Oscar Valdez e Robson Conceição, admitiu nessa segunda-feira (13), que prejudicou o brasileiro no duelo valendo o cinturão dos super-penas do Conselho Mundial de Boxe (WBC, na sigla em inglês) realizado na sexta-feira (10), nos Estados Unidos, e que manteve o cinturão em posse de Valdez.

Em carta enviada ao Conselho Mundial de Boxe e reproduzida pelo site ‘boxing247’, uma das referências da modalidade nos Estados Unidos, Blea afirma que “a sua pontuação não representa as ações no ringue” e admite que errou em sua marcação divulgada.

Entre os argumentos, Blea afirmou que estava com a visão encoberta durante parte da luta e se deixou levar pela reação da torcida. Como o confronto foi disputado nos Estados Unidos, a maioria estava a favor do mexicano.

“Não conseguia ver alguns golpes conectados de [Robson] Conceição, aos quais havia nenhuma reação da torcida, ao contrário de quando Valdez acertou socos”, escreveu.

Blea afirmou que, mesmo com essa revisão, ele não entende que o brasileiro venceu. A marcação correta, para ele, deveria ter 115 a 112 ou 114 a 113, sempre para o campeão. Na ocasião, ele assinalou vitória por 117 a 110 para o mexicano. 

Para a equipe de Conceição, a organização deve promover uma nova luta entre os dois atletas ou elevar o nome do lutador baiano ao posto número 1 do ranking da categoria, o que o tornaria o desafiante imediato de Valdez.

Robson Conceição foi às redes sociais e fez uma publicação marcando o próprio Valdez. Citou o resultado polêmico do confronto e também pontuou a testagem positiva do mexicano para o uso de “fermentina”, substância proibida que facilita o emagrecimento. Via Bnews.