Estudante de direito é preso por administrar três sítios com plantação de maconha

Um estudante de direito foi preso em flagrante por administrar três sítios com plantação de maconha do tipo skunk, com três mil pés da droga, em Marica, na região metropolitana do Rio e por revender a droga no Rio de Janeiro e em Niterói. As informações são do Marcus Sadok, da Band News. FM, no Bora Brasil. 

Felipe Coutinho Vaz, de 31 anos vai responder por tráfico de drogas. Skunk é uma derivação da maconha com maior poder alucinógeno.

Segundo a Polícia, as plantas eram cultivadas numa espécie de galpão com estufas, além de equipamentos de ventilação, de controle de temperatura e iluminação.

De acordo com as investigações, cada quilo da droga era vendido a R$ 30 mil, e cada colheita, rendia entre três e cinco quilos. Informações da Band News.

Comentários no Facebook