Evo Morales se perde na selva enquanto combate incêndios florestais

Foto: Governo da Colômbia/ Divulgação

O presidente boliviano Evo Morales se perdeu durante a noite na selva, enquanto ajudava as brigadas a combater um incêndio florestal no bosque do povoado Caballo Muerto, no município de San Ignacio de Velasco, no departamento de Santa Cruz, ao Leste da Bolívia. A revelação foi feita pelo próprio líder do país nessa quinta-feira (29/08/2019).

Embora seja experiente na tarefa, Evo e um grupo de militares acabaram se afastando do grupo principal e ficaram sumidos por cerca de três horas, de acordo com jornais locais. “Tivemos uma pequena aventura na noite passada. Ficamos perdidos, mas graças aos soldados conseguimos encontrar o caminho de volta”, disse a jornalistas. A rede de televisão Uno exibiu uma gravação amadora onde Evo Morales busca colegas no meio da noite, repetindo aos gritos: “Onde estão? Onde estão?”. Veja:

O indígena boliviano tem experiência em combate a queimadas em florestas desde a época em que era agricultor. Ele já havia feito trabalho similar nesta semana e voltou a se unir às brigadas para controlar a situação em Santa Cruz. Por lá, cerca de 1,2 milhão de hectares de florestas e pastos estão carbonizados.

Embora seja experiente na tarefa, Evo e um grupo de militares acabaram se afastando do grupo e ficaram sumidos por horas Governo da Colômbia/Divulgação
O indígena boliviano tem experiência em combate ao fogo em florestas desde a época em que era agricultor. Ele já havia feito trabalho similar nesta semana e voltou a se unir às brigadas para controlar a situação em Santa Cruz Governo da Colômbia/Divulgação
Enfrentando uma grave crise com incêndios, os presidente boliviano resolveu aceitar ajuda internacional oferecida para combater as chamas. Morales chegou a suspender a campanha de reeleição para se concentrar nos incêndiosGoverno da Colômbia/Divulgação
O presidente boliviano Evo Morales se perdeu durante a noite na selva, enquanto ajudava as brigadas a combater um incêndio florestal no bosque do povoado Caballo Muerto, no município de San Ignacio de Velasco, no departamento de Santa Cruz, no leste da Bolívia Governo da Colômbia/Divulgação

Crise do fogo
Enfrentando uma grave crise com incêndios, os presidente boliviano resolveu aceitar, no domingo (25/08/2019), a ajuda internacional oferecida para combater as chamas que atingem aldeias rurais e dobraram de tamanho desde a semana passada. Argentina, Paraguai, Peru, Chile e Espanha já ofereceram apoio. Morales chegou a suspender a campanha de reeleição para se concentrar nos incêndios.

O fogo devasta vastas faixas de floresta e savana tropical montanhosa perto da fronteira da Bolívia com o Paraguai e o Brasil. Milhares de incêndios florestais também estão dizimando a vizinha Amazônia brasileira, a maior floresta tropical do mundo. Os incêndios no Brasil provocaram indignação em todo o planeta. As informações são do Metrópoles.

Comentários no Facebook