Expedição é realizada para mapear presença de baleias jubarte no litoral; ação inicia na BA

Foto: Julio Cardoso/ProBaV

O Instituto Baleia Jubarte realiza uma expedição que vai mapear a presença das baleias jubarte no litoral do Brasil durante a pandemia. Enrico Marcovaldi, o chefe da expedição falou sobre a ação durante entrevista ao Jornal da Manhã nesta quinta-feira (27).

“Começamos a expedição, oficialmente há uns 4, 5 dias vindo de Praia do Forte aqui para Salvador. A ideia é sair para Morro de São Paulo, Itacaré, Porto Seguro, Abrolhos, Caravelas e depois vamos até Vitória. A ideia monitorar, fazer o nosso trabalho normal de pesquisa e monitoramento das baleias e saber se ocorreu alguma mudança por causa da pandemia [da Covid-19], revela Enrico Marcovaldi, o chefe da expedição.

Marcovaldi conta que o objetivo da expedição é monitorar a ocorrência das baleias de Praia do Forte, no litoral norte baiano, até Vitória, no Espírito Santo.

“Pode-se dizer que a gente vai fazer o diagnóstico, se teve algum comportamento, alguma mudança de comportamento por causa da pandemia. É muito cedo para saber e nessa viagem nós vamos saber além dos comportamentos das baleias, vamos documentar como cada comunidade dessa está se comportando com a pandemia, como foram afetados nossos companheiros pousadeiros, os nossos companheiros que fazem o turismo de observação de baleias. Então cada cidade dessa possui uma característica diferente a qual a gente vai querer documentar isso também”, explica.

Enrico Marcovaldi revela que a temporada das baleias jubarte, este ano, está sendo caracterizada pelo nascimento de muito filhotes. Ainda não há detalhes

“Tanto trânsito de grandes embarcações como rede de pesca também, enfim, todos esses impactos diminuíram e a gente vai ver se realmente teve alguma influência positiva. Espero que sim”, revela.

Para que a equipe atue em segurança, Marcovaldi conta que ela precisou ser reduzida.

“Estamos fazendo essa expedição com toda segurança possível, com todo protocolo de segurança, com equipe reduzida geralmente temos 6 a 7 pessoas na equipe, mas com a redução atualmente só estamos com três”, disse.

Temporada das baleias

Baleia jubarte no litoral da Bahia — Foto: Julio Cardoso/ProBaV
Baleia jubarte no litoral da Bahia — Foto: Julio Cardoso/ProBaV

Normalmente, as baleias jubarte começam a chegar no Brasil em julho. No entanto, esse ano, os registros começaram mais cedo. Segundo o Projeto Baleia Jubarte, desde o dia 30 de abril elas têm sido vistas em águas do país.

Os primeiro registros foram feitos em Ilhabela (SP), Rio de Janeiro e Espírito Santo. Vindas das regiões da Antártida, as jubartes procuram as águas mais calmas, quentes e rasas da costa brasileira para acasalar, parir e amamentar seus filhotes no inverno e primavera.

A temporada reprodutiva das baleias jubarte no Brasil vai até outubro/novembro e os pesquisadores estimam que a população brasileira da espécie já tenha ultrapassado os 20 mil animais. Informações do G1.

Comentários no Facebook