Feriadão: Operação Proclamação da República 2019 registra redução de 50% no número de óbitos

Divulgação PRF-BA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) finalizou, às 23h59 deste domingo (17), a Operação Proclamação da República realizada nas rodovias federais que cortam a Bahia. Iniciada na última quinta-feira (14), a PRF intensificou a fiscalização e o policiamento orientado e teve como foco ações preventivas para redução da violência no trânsito e o enfrentamento a criminalidade.

Durante os quatro dias da operação, a PRF na Bahia contou com reforço nas equipes e concentrou seu efetivo ao longo dos trechos mais movimentados e de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade. Para isso, foram intensificadas rondas ostensivas nas rodovias com o posicionamento estratégico das viaturas, distribuído em aproximadamente dez mil quilômetros de malha viária.

Infrações

Neste feriado prolongado, as atividades desenvolvidas pela instituição foram focadas para combater as infrações de trânsito, em especial às condutas geradoras de acidentes como: as ultrapassagens proibidas, dirigir sob a influência de álcool, transitar pelo acostamento, excesso de passageiros, dentre outras.

O uso do cinto de segurança, do capacete, além de fiscalizações específicas de motocicletas e condições de conservação dos veículos, também foram alvos das equipes da PRF.

Apesar de todo o trabalho educativo, a PRF flagrou e autuou diversos condutores agindo com imprudência nas rodovias federais do estado. Nestes quatro dias de Operação a PRF autuou 3.676 condutores cometendo infrações diversas.

Foram fiscalizados um total de 10.329 veículos e 11.090 pessoas no período da operação.

Uma das infrações mais constatada, a ultrapassagem proibida, foram 708 autos extraídos. Nunca é demais enfatizar que a colisão frontal, quase sempre causada pelas ultrapassagens indevidas, é o tipo de acidente que mais fere gravemente e mata pessoas em rodovias do país inteiro.

O feriadão foi marcado pelo aumento do fluxo de veículos e usuários circulando pelas rodovias federais para os mais diversos destinos, porém uma das maiores preocupações da PRF é o lamentável hábito que parte de nossos motoristas ainda conserva: dirigir após consumir bebidas alcoólicas.

Durante as abordagens, foram realizados 5.655 testes com etilômetro (bafômetro), que flagraram 119 condutores dirigindo sob efeito do álcool, infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70.

Nas fiscalizações, a PRF também emitiu 58 autos de infração para motociclistas ou passageiro sem capacete e 06 motoristas foram flagrados trafegando manuseando o aparelho celular. Sem o cinto de segurança foram 253 autuações.

Acidentes, feridos e óbitos

A PRF na Bahia registrou em 2019 um total de 37 acidentes. Destes, 10foram acidentes graves, quando resultam em, pelo menos, um óbito ou ferido gravemente. Este ano, 02 pessoas morreram durante os quatro dias da operação nas estradas baianas. Já o número de feridos totalizou 40 pessoas.

Operação Proclamação da República – 20192019 (4 dias operação) – Período: 14 a 17/112018 (4 dias operação) – Período: 15 a 18/11
Acidentes totais3735
Acidentes graves108
Feridos4047
Óbitos24

Fonte: Polícia Rodoviária Federal – PRF

Dados das ocorrências que resultaram em mortes

DataHorárioLocalTipo acidenteVeículos envolvidosVítimas fatais
16/11/1901h30Br 242 – Km 410 – SeabraColisão traseiraMotocicleta e Automóvel01 vítima (condutor da motocicleta)
17/11/1916h00Br 242 – Km 682 – CristopolisCapotamentoAutomóvel01 vítima (passageiro do automóvel)

Fonte: Polícia Rodoviária Federal – PRF

Enfrentamento a criminalidade

Durante os quatro dias da operação, a PRF na Bahia recuperou 09 veículos e 40 pessoas foram detidas por diversos crimes. Também foi responsável pela apreensão de 100quilos de maconha. As abordagens resultaram ainda na apreensão de 01 arma de fogo.

Destaca-se a apreensão de 100 quilos de maconha. A ocorrência foi registrada na noite de domingo (17), no Km 677 da BR 116, trecho do município de Jequié, durante abordagem a ônibus que seguia de São Paulo (SP) com destino a cidade alagoana de Arapiraca. No compartimento externo de bagagens foi encontrado em duas malas 183 tabletes contendo a substância entorpecente. Foi realizada a checagem das bagagens e identificado a responsável pela maconha. Ao ser questionada, a mulher de 34 anos, informou que recebeu o entorpecente na região do Brás em São Paulo (SP) e pretendia levá-la até a capital sergipana de Aracaju. Disse ainda que receberia 6.000 reais pelo transporte da droga. Ela foi presa em flagrante e responderá pelo crime previsto no artigo 33 da Lei 11.343/2006.

Frisa-se também a prisão de um foragido da justiça acusado de estupro coletivo. A ação foi desencadeada durante fiscalização na tarde de ontem (17) no Km 172 da BR 110, trecho do município de Ribeira do Pombal. Foi dada ordem de parada a uma motocicleta Honda/CBX 250, com 02 ocupantes. No decorrer dos procedimentos, a equipe identificou que o condutor do veículo é acusado como participante em crime de estupro coletivo. O delito foi cometido por ele e mais dois suspeitos. O mandado de prisão foi expedido no último dia 11, pela Comarca de Ribeira do Pombal (BA). Ele foi preso em flagrante e encaminhado à Justiça para que se possa dar início ao cumprimento da pena.

   PRF-BA 

Comentários no Facebook