Fundação Pedro Calmon participa da Festa Literária Internacional da Praia do Forte

A primeira edição da Festa Literária Internacional da Praia do Forte (FLIPF) será realizada entre os dias 2 e 5 de maio, com apoio da Fundação Pedro Calmon (FPC), unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado (Secult). A programação apresentará autores consagrados e novos talentos da literatura local, nacional e internacional, além de mesas literárias, lançamentos de livros, saraus, apresentações artísticas, performances, feira de livros, feira de impressos, oficinas e contações de histórias. 

Para a produtora cultural e uma das organizadores da FLIPF, Vanessa Vieira, “a FLIPF está chegando para somar às ações da FPC e a este lindo movimento de valorização do livro, da produção literária e de incentivo à leitura que tem se espalhado pelo país, e especificamente pelo nosso estado da Bahia”.  

A FPC tem programação diversificada durante os três dias da festa, como exposição dos textos ilustrados dos vencedores do IV Concurso para Escritores Escolares de Poesia e Redação, na Escola Municipal São Francisco; e apresentação da Campanha Memórias de Leitura, que é um curta-metragem de 20min, com depoimentos de autores renomados e leitores sobre suas experiências com leitura. O audiovisual reúne depoimentos de Chiziane, Maria Valéria Rezende, Jout Jout, Ruy Espinheira Filho e Daniel Munduruku. 

Além dessas ações, a Biblioteca de Extensão (Bibex) oferecerá, na Praça da Música, diversas atividades para as crianças, a exemplo de oficina artística de materiais recicláveis, jogos, brincadeiras, exposição de acervo sobre meio ambiente e natureza, assim como contações de histórias e visitação ao ônibus da Bibex. 

O diretor-geral da FPC, Zulu Araújo, destaca que “as festas literárias na Bahia têm cumprido um papel importantíssimo na divulgação da nossa literatura, da nossa produção, do nosso conhecimento, sobretudo da nossa memória. Portando, a FLIPF deve ser parabenizada por estar abordando temas tão importantes da nossa história”. 

As atividades da FLIPF vão ocupar os principais espaços da Praia do Forte, como o Baleia Jubarte, o Projeto Tamar, o Coreto da Vila, o Clube dos Pescadores, escola, entre outros. O projeto tem curadoria da escritora e poeta Alice Ruiz, realização da Trevo Produções e da Gabiroba Cultural. A programação completa da FLIPF pode ser conferida no site da FPC.  

Fonte: Ascom/FPC

Comentários no Facebook