Gabriel Monteiro ofereceu dinheiro para que morador de rua cometesse crime

Foto: Reprodução

O vereador Gabriel Monteiro, confirmou para jornalistas que ofereceu dinheiro para que um morador em situação de rua praticasse um crime na Lapa, Rio de Janeiro. “Paguei sim”, afirmou.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Luis Maurício Armond, da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), está sendo investigado também contra Gabriel o crime de exposição de pessoas em estado de vulnerabilidade.

Segundo Armond, do ponto de vista da lei, forjar um crime é ilegal, independente de se tratar ou não de um experimento. “A simulação tudo bem, mas a exposição é real. Está se simulando uma situação, mas nem todos os personagens, pelo que está sendo apurado, estariam cientes disso. Então não seria só uma encenação, teria a possibilidade de acontecimentos imprevisíveis. O risco é real”, analisou, em entrevista a UOL.

Um vídeo no qual o policial militar Pablo Foligno aparece agredindo um morador de rua teria sido simulado por Gabriel. Em depoimento Pablo disse que o vereador ofereceu R$ 400 para o homem em situação de rua

Vereador, ex-policial e youtuber, Gabriel Monteiro é acusado por ex-funcionários de cometer abusos sexuais e morais e de manipular vídeos. Informações do Bnews.