Ginasta brasileira que foi medalhista nos Jogos Pan-Americanos de 2007 é encontrada morta

A ginasta Ana Paula Scheffer, 31 anos, que já integrou a seleção brasileira de ginástica rítmica, foi encontrada morta na manhã desta sexta-feira (16/10), na residência onde estava com a mãe, em Toledo, no interior do Paraná.

Ana Paulo chegou a ganhar uma medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007. Ela também participou do Pan em 2005, dos Jogos Sul-Americanos de 2006 e 2010, além do Mundial de Ginástica Rítmica de 2009. Após essa última participação, ela perdeu espaço na seleção para outra atleta de Toledo, Angélica Kvieczynski.

A atleta estava atuando como técnica da equipe de Cascavel, no interior do Paraná. No Instagram, o grupo publicou um texto onde lamenta o ocorrido. “Foram anos de dedicação a frente da GR Cascavel, uma história construida com esforço, dedicação, empenho e muito amor. Estamos com o coração em pedaço sem acreditar nessa repentina perda, mais felizes por ter tido a oportudidade de conviver e aprender tanto com ela”, diz a publicação.

A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) também prestou sua homenagem à atleta, através da rede social: “A Confederação Brasileira de Ginástica recebeu com extrema tristeza a notícia do falecimento da treinadora e ex-ginasta Ana Paula Scheffer, que representou durante tantos anos a Ginástica Rítmica do Brasil, conquistando diversos títulos nacionais e internacionais.”

De acordo com nota da CBG, enviada ao UOL, Ana Paula foi encontrada pela mãe, dentro do quarto, já sem via. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para apurar a causa da morte. Informações do Uol.

Comentários no Facebook