Governo do estado contrata escritório nos EUA para reaver valor pago por respiradores não entregues

Foto: Paula Fróes/GOVBA

O governo da Bahia move uma ação na Justiça americana para tentar reaver o dinheiro da compra de 600 respiradores, junto a uma empresa dos Estados Unidos, que não foram entregues. Por causa disso, o estado baiano contratou um escritório especializado dos Estados Unidos. O objetivo é que ação consiga obter de volta quase US$ 8,6 milhões.

Segundo o governo, a compra foi celebrada com a Ocean 26 Inc. Apesar disso, a empresa não entregou os equipamentos nos prazos estabelecidos e o governo da Bahia acabou rescindindo o contrato. Informações sobre a data das compras não foram divulgadas.

Para reaver a quantia, o governo então fez a contratação do escritório, efetivada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE). A ideia é que o ressarcimento do valor investido aos cofres públicos seja feita da forma mais breve possível.

Ainda de acordo com o governo, os US$ 8,6 milhões pagos antecipadamente representa 80% do valor total dos equipamentos que deveriam ter sido entregues. Informações do G1.

Comentários no Facebook