Homem é preso em flagrante por transporte ilegal de armas e ataques a bancos, durante operação em Salvador

Um homem identificado como Acácio Segundo De Lima, foi preso em flagrante, na tarde de ontem (11) durante uma operação conjunta da Polícia Militar da Bahia e a Polícia Federal, por transporte ilegal de armas e ataques a instituições financeiras. O fato aconteceu no bairro de São Cristóvão, em Salvador.

Por meio de troca de informações entre a PM-BA e a PF, provenientes de denúncia anônima, guarnições da Rondesp BTS e Operações Apolo foram acionadas para averiguarem relato de que um veículo Fiat Strada Working, placa OZP 9041, de cor prata, estaria transitando na BA 528, estrada do Derba, transportando uma grande quantidade de armamentos que seriam utilizados em ataques a instituições financeiras em Salvador e Região Metropolitana.

Depois de receber as informações, equipes de policiais militares passaram a realizar diligências na região, logrado êxito em localizar o veículo. Desta forma, o veículo passou a ser acompanhando a distância pelos policiais. E na subida do bairro Trobogi, na Av. Paralela, procederam a abordagem.

No momento da abordagem, o veículo estava sendo conduzido por Acácio Segundo De Lima e após breve revista, os policiais encontraram uma pistola calibre 380 e mais três carregadores municiados embaixo do tapete do motorista.

Após interrogado, o homem confessou que havia deixado uma determinada quantidade de armas em uma casa na Rua Joaquim Ferreira, Bairro Jardim das Margaridas. Os policiais se deslocaram até o imóvel informado e encontraram ali nove armas; grande quantidade de munições; quatro camisas da Polícia Civil do Estado da Bahia; brucutu e sirene utilizada em viaturas. Todo material foi apreendido e juntamente com o preso levado para a Superintendência da Polícia Federal em Salvador.

Entre os materiais estavam: dois fuzis calibre .762; duas metralhadoras calibre 9mm; três pistolas, uma calibre .380 e duas 9mm; uma espingarda calibre 12; um revolver calibre 38; um rifle calibre 38; quatro camisas da Polícia Civil do Estado da Bahia; grande quantidade de munições de calibres diversos; mascaras brucutu e uma sirene para viatura.

Comentários no Facebook