Humberto Costa quer que PGR investigue vazamento de dados do Ministério da Saúde

Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

O senador Humberto Costa (PT-PE) pediu nesta quinta-feira (26) a abertura de uma investigação, a ser feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR), sobre o vazamento de informações de 16 milhões de pessoas da base de dados do Ministério da Saúde.

O vazamento aconteceu após um funcionário do Hospital Albert Einstein publicar em uma plataforma da internet uma lista de usuários e senhas da base de dados do Ministério da Saúde. Com isso, dados como nomes, CPFs, endereços e históricos médicos de 16 milhões de pessoas que fizeram testes para detecção de covid-19 ficaram expostos. Entre os cidadãos afetados pelo vazamento estão autoridades do governo federal.

“Houve, no mínimo, violação do dever de guarda e do sigilo dos dados, o que deve ser suficientemente apurado”, escreveu o senador em suas redes sociais.

Além da PGR, o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União também foi acionado, para averiguar o uso de recursos destinados à segurança informacional do Ministério da Saúde.

Fonte: Agência Senado

Comentários no Facebook