Incêndio em escola islâmica da Libéria deixa ao menos 27 crianças mortas

Após incêndio em escola na Libéria, pessoas aguardam horário de rezas em uma mesquita — Foto: Stringer/Reuters

Um incêndio em uma escola islâmica da Libéria deixou ao menos 27 crianças mortas, disse a polícia nesta quarta-feira (18).

“As crianças estavam aprendendo o Alcorão quando o fogo irrompeu”, disse o porta-voz da polícia, Moses Carter. Ele acrescentou que o incêndio foi causado por um problema elétrico e que investigações adicionais estão em curso.

Inicialmente, Carter disse que 30 crianças morreram, mas revisou o saldo de mortes para 27. Dois sobreviventes foram hospitalizados, acrescentou.

O incêndio começou na noite de terça-feira (17) no subúrbio da capital Monróvia, disse o presidente George Weah em uma rede social.

“Minhas orações vão para as famílias das crianças que morreram na noite passada em Cidade Paynesville”, disse Weah. “Este é um momento difícil para as famílias das vítimas e toda a Libéria.”

É comum edifícios envoltos em chamas desmoronarem por causa de instalações elétricas precárias nas grandes cidades da Libéria, mas estes raramente são fatais. Via G1.

Comentários no Facebook