Inpe monitora óleo por satélite e afirma que material pode chegar ao Espírito Santo e ao Rio de Janeiro

Foto: MARCOS RODRIGUES/SECOM SERGIPE

Instituto de Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), com sede em São José dos Campos, informou nessa sexta-feira (1°) que o óleo que atinge o litoral do nordeste pode chegar aos estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro. O órgão foi acionado pelo comitê de crise do governo federal e atua para detectar movimentação e indicar locais com óleo no mar.

O oceanógrafo Ronald Souza afirmou, ao Globo.com, que lidera o grupo de pesquisas, a hipótese é de que haja muito mais óleo em oceano aberto e há possibilidade desse material avançar pela costa brasileira e chegar ao Espírito Santo e ao norte do Rio de Janeiro. O relatório foi entregue pelo grupo de estudo à Marinha na tarde dessa sexta-feira (1°).

“A hipótese do Inpe é de que há óleo em oceano aberto e que pode chegar até a costa de outros estados do país, incluindo o sudeste”, disse em entrevista coletiva. Apesar disso, o oceanógrafo classificou como remota a possibilidade do óleo chegar a São Paulo por causa de características geográficas da costa brasileira. Informações do Bnews.

Comentários no Facebook