Jogadora da Seleção Feminina Ludmila denuncia racismo em supermercado

Ludmila da Silva(BRA) (Photo by Julien Mattia/NurPhoto via Getty Images)

A atacante da Seleção Brasileira feminina e do Atlético de Madrid Ludmila da Silva revelou nesta terça-feira (24/09/2019), pelo stories do Instagram, uma situação de suposto racismo que ocorreu e, de acordo com ela, acontece frequentemente quando ela vai ao supermercado.

O vídeo gravado pela jogadora mostra ela em um corredor do mercado, provavelmente em Madrid, e atrás dela um segurança passa andando. “É sempre a mesma coisa. Sempre que eu entro no mercado tem um segurança pra me vigiar… Não é brincadeira, não. Não é só no Brasil, não. Eu mal piso no mercado e já tem um atrás de mim”, ela conta.

“Você fica até com medo de por a mão na bolsa e o cara achar que você tá levando algo. É revoltante”, desabafou a atleta ao blog Dibradoras.

Em 2019/20 ela soma até então 3 gols em 4 jogos. Nos anos anteriores, marcou 12 em cada temporada Reprodução/Instagram
Ludmila é da cidade de Guarulhos, São Paulo, e tem 24 anos Reprodução/Instagram
Ela representou o Brasil na Copa do Mundo 2019 Reprodução/Instagram
A temporada atual é a 3ª dela no Atlético de Madrid Reprodução/Instagram

Informações do Metrópoles

Comentários no Facebook