Lauro de Freitas: Após exonerações, servidores alegam que estão sem receber salário

Em meio à pandemia do novo coronavírus, os atuais e ex-servidores públicos de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, vivem um cenário de incertezas.

No último dia 4 de janeiro, a prefeitura do município informou através de um decreto, publicado do Diário Oficial, a exoneração em massa de todos funcionários com cargos comissionados e funções gratificadas e contratos temporários. Desde então, grande parte destas pessoas estariam sem receber o salário referente ao mês de dezembro de 2020.

“A prefeitura demitiu e exonerou cerca de 80% de quadro do pessoal e até hoje não pagou a maioria. Ninguém fala nada, ninguém dá uma satisfação e não pagou o salário. Estamos sem saber o que fazer porque não há uma resposta em relação ao pagamento do salário dos servidores”, denuncia um servidor que preferiu não se identificar.

Além daqueles que foram demitidos, os que ainda possuem vínculo com a prefeitura também estariam sem receber. “Todo mundo que é contratado ninguém está indo. Todos os postos estão desse jeito. O complexo [de saúde] está fechado, ninguém foi trabalhar. Eles já avisaram, quem tiver trabalhando não vai receber”, disse outra denunciante.

O Varela Notícias procurou a Prefeitura de Lauro de Freitas desde a semana passada, mas não obteve uma resposta da gestão municipal. Informações do portal Varela Notícias.

Comentários no Facebook