Lauro de Freitas: Sindicato denuncia extinção de cargos sem diálogo com servidores

Foto: Reprodução/ Asprolf

O Sindicato dos Trabalhadores Em Educação da Rede Pública Municipal de Lauro de Freitas (ASPROLF) acusa a Câmara de Vereadores da cidade de aprovar, nessa quarta-feira (4), um projeto de lei que pretende exinguir cargos da máquina pública municipal sem que houvesse diálogo. Segundo a entidade, diversas categorias podem ser afetadas com a sanção do projeto de lei. 

“Os vereadores afirmaram que o projeto não trará nenhum dano objetivo aos trabalhadores, no entanto, caso isto ocorra, estaremos mais uma vez no único lugar onde os direitos dos trabalhadores são efetivamente garantidos, nas trincheiras das lutas”, disse uma nota divulgada no site do sindicato. Informações do Bahia Notícias.

Comentários no Facebook