Líder de facção do baixo-sul da Bahia é morto durante operação conjunta da polícia em Aracaju

Foto Divulgação

Manoel Paulo Laurentino Dos Santos, conhecido por “Paulão” morreu após reagir ao cumprimento de mandado de prisão, decretado em seu desfavor, na tarde de ontem (24), durante a Operação “O Iluminado”, deflagrada na cidade de Aracaju-SE.

De acordo com a Polícia, Manoel Paulo, liderava a facção criminosa denominada BDM na região do baixo-sul da Bahia, atuando nas cidades de Presidente Tancredo Neves, Teolândia, Wenceslau Guimarães, Gandu, Ubaitaba e Ibirapitanga. Sendo o líder do tráfico de drogas e mandante de vários homicídios.

Ainda segundo informações da polícia, a súcia liderada por pelo acusado foi responsável pelo homicídio de  Romildo Domingos da Silva, o “BOBÓ” , carcereiro da Delegacia de Gandu que foi decapitado no ano de 2017 em Teolândia, bem como na tentativa de prisão de seus associados, um Policial Militar da 60ª CIPM-GANDU (PMBA) e uma viatura da 5ª COORPIN (PCBA) foram atingidos por disparos de arma de fogo, naquele mesmo ano.

No dia 19/07/2019, ocorreu um duplo homicídio em Gandu, onde a criança  Lucas de Jesus da Conceição e o adolescente Adriel da Silva dos Santos  foram a óbito após serem atingidos por disparos de arma de fogo em uma tentativa de homicídio contra um criminoso de grupo rival ao de MANOEL PAULO, desde então as buscas contra ele e sua súcia se intensificaram e os autores imediatos do crime foram a óbito no dia 31/07/2019 em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, após confronto com o BOPE (PMBA) na intervenção para cumprimento de mandados de prisão contra os autores José Marcos Santos (Marquinhos) e Cristiano Oliveira dos Santos (Quinca).

No início desta semana o serviço de inteligência da PMPE e SSP-PE identificaram que MANOEL PAULO estava em passeio em Recife e que teria seguido para Aracaju no dia 22/08/2019, instante em que equipes do COPE da Polícia Civil de Sergipe,  BOPE e COPPM da Polícia Militar da Bahia, iniciaram as buscas a fim de cumprir mandado de prisão expedido pela Vara Crime de Gandu. Na ocasião, MANOEL PAULO que estava residindo em um imóvel alugado na praia de Atalaia e estava a bordo de um veículo blindado foi a óbito após reagir à intervenção policial.

As investigações contra MANOEL PAULO e se bando é um trabalho conjunto da 5ª COORPIN (PCBA) e da 60ª CIPM (PMBA), onde nesta fase contou com a participação do BOPE e COPPM da Polícia Militar da Bahia, Polícia Federal na Bahia e Secretaria de Segurança Pública da Bahia e Pernambuco.

A operação O Iluminado faz alusão à origem grega do nome Lucas, criança que foi vítima da súcia que está em desarticulação na cidade de Gandu-BA.

A Operação contou com o apoio das seguintes unidades: Superintendência de Inteligência – BA; COPE- PCSE; BOPE PMBA; COPPM/PMBA; 60ªCIPM – PMBA; 5ª COORPIN / DT GANDU – PCBA; DRACO – PCBA; POLÍCIA FEDERAL/SI BAHIA e POLÍCIA MILITAR PERNAMBUCO.

Comentários no Facebook