Mais de mil pessoas protestam contra reforma constitucional de Putin

ILN01. VLADIVOSTOK (RUSIA), 12/09/2018.- El presidente ruso Vladimir Putin asiste a una reunión con su homólogo de Mongolia Khaltmaagiin Battulga (fuera de cuadro) en el marco del Foro Económico Oriental en Vladivostok (Rusia) hoy, miércoles 12 de septiembre de 2018. EFE/MIKHAEL KLIMENTYEV/SPUTNIK/KREMLIN POOL / POOL /CRÉDITO OBLIGATORIO

Mais de mil pessoas saíram às ruas de Moscou nesse domingo (19), para protestar contra a proposta do presidente Vladimir Putin de alterar a constituição da Rússia para mudar a estrutura política do país.

Críticos consideram que a proposta tem a intenção de ajudar Putin a manter o poder após o fim de seu mandato em 2024.

Forças da oposição convocaram pessoas para participar do protesto, planejado para ocorrer em conjunto com uma manifestação em memória de uma jornalista pró-democracia, morta há 11 anos. Cerca de 1,4 mil pessoas compareceram. Algumas delas levavam a Constituição russa nas mãos.

Os manifestantes gritaram palavras de ordem contra o plano de emenda constitucional proposto por Putin e insistiram que o presidente renuncie após o término do mandato.

Não houve registros de confrontos com as forças de segurança. Mas oito manifestantes teriam sido detidos.

*Emissora pública de televisão do Japão

Comentários no Facebook