Metroviários baianos também vão interromper atividades na sexta-feira(14) em apoio à paralisação nacional, diz sindicato

Os funcionários da CCR Metrô Bahia decidiram aderir à paralisação nacional marcada para sexta-feira(14). De acordo com informações do site BNews, o serviço ficará suspenso por 24 horas. Os rodoviários já tinham decidido pela adesão às manifestações.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Ferroviário e Metroviário dos Estados da Bahia e Sergipe (Sindiferro), a paralisação foi aprovada, por maioria absoluta dos trabalhadores, após votação, nos dias 2 e 3 de maio deste ano, em todos os setores da CCR Metrô Bahia. Segundo a entidade, 79,84% dos trabalhadores rejeitaram a contraproposta final para celebração do Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020.

Ainda conforme o Sindiferro, a categoria pede reajuste salarial de 15%, no entanto, a CCR Metrô Bahia oferece 3%.

Os ferroviários dos trens do Subúrbio também anunciam que vão paralisar as atividades no dia 14.

Ônibus

De acordo com o diretor de Comunicação do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Daniel Mota, em entrevista na Rádio Sociedade, “cerca de 90% das 417 cidades da Bahia vão ficar sem ônibus na sexta-feira”. 

Diferente do que vem ocorrendo em outros atos da categoria, quando os ônibus têm a saída retardada das garagens, a ideia do Sindicato é que nenhum veículo circule no estado, incluindo intermunicipais e metropolitanos. Segundo o Sindicato, os ônibus param 0h de sexta e só voltam a circular no sábado (15).   

A categoria realiza, nesta terça-feira (11), conforme edital publicado na imprensa, assembleia geral para definir as diretrizes do ato que ocorrerá contra a reforma da Previdência.

*Com informações de BNews

Comentários no Facebook