Nas redes sociais, Jean detalha agressão à ex-mulher nos EUA

Foto: Divulgação

Um dia depois de falar pela primeira vez, em coletiva de imprensa, sobre a acusação de agressão movida nos Estados Unidos contra ele pela ex-mulher, Milena Bemfica, o goleiro Jean veio a público por meio das redes sociais nesta sexta-feira, 14, relatar o caso.

Segundo o arqueiro do Atlético-GO, independente de qualquer coisa, nada serve como justificativa para a sua atitude, durante a viagem do casal à Flórida. “Assumo os meus erros e estou sofrendo as consequências dele. Este vídeo não é uma tentativa de explicar o erro grave que cometi. Peço desculpas a todos por aquilo que fiz, principalmente à todas as mulheres. Aprendo todos os dias com isso e seguirei aprendendo”, afirmou.

Na versão relatada por Jean, ele e Milena já vinham há um período dormindo em quartos separados, mas morando na mesma casa. Apesar da ‘separação’, as passagens já haviam sido compradas e, por isso e pelas filhas do casal, decidiram realizar a viagem.

O goleiro contou que, no dia da briga, ele havia saído para fazer compras. Quando retornou para o apartamento, Milena pediu para que eles dormissem na mesma cama. Segundo o atleta, ele havia consumido bebida alcoólica e concordou com a ideia, já que “estavam se respeitando”.

No momento em que deitaram, Jean disse que a ex-mulher tentou ter relações sexuais com ele. “Percebi que ela estava filmando do tablet da minha filha mais nova, tentando filmar algo, e foi o momento que eu peguei o tablet pra ver o que ela tava querendo filmar, tentando filmar, ela pegou o tablet e saiu correndo para o banheiro. Eu entrei no banheiro, porque achei muito invasivo da parte dela querer me gravar, me filmar”, contou o goleiro no vídeo.

No momento em que ele pegou o aparelho, Milena teria começado a agredir Jean e ainda mordido seu dedo. “Não soltava de jeito nenhum, tentei abrir a boca dela, e ela não soltava o meu dedo. Foi o momento que eu tive a minha primeira reação”. Nesse momento, o goleiro relatou que ela se aproximou para agredi-lo novamente e, nesse momento, ele reagiu mais uma vez.

“Ela saiu gritando ‘help’, ‘help’ e correu para o banheiro. Nesse momento, ela tropeçou e caiu na porta do banheiro. Foi onde eu corri pra tentar pegar o tablet de novo. Quando eu fui pegar o tablet, ela me agrediu de novo. Aí eu reagi, tive outra reação. Foi o momento que minhas filhas acordaram”, detalhou.

De acordo com Jean, foi exatamente nesse momento em que Milena se trancou no banheiro e gravou o vídeo que viralizou nas redes sociais. Informações do Portal A Tarde.

Comentários no Facebook