Número de mortes pela chuva na Baixada Santista chega a 27

Já chegam a 27 o número de mortes em decorrência das fortes chuvas que atingiram a Baixada Santista na madrugada de terça-feira (5). Há 22 pessoas desaparecidas. As informações são do balanço divulgado pela Defesa Civil às 7h desta quinta-feira (5). 

Entre as vítimas estão um bebê de dez meses e um idoso de 86 anos, que foi engolido por uma cratera de 3 metros de profundidade que se abriu no asilo onde morava.

O município de Guarujá é o que registra maior número de mortes. Foram 22, sendo 16 no Morro do Cantagalo, uma na rodovia Ariovaldo de Almeida Vianna e um encontrado em um pronto-socorro. Outras quatro mortes ocorreram no Morro do Macaco Molhado, onde dois bombeiros estão entre as vítimas fatais.

Em Santos, houve três mortes – duas no Morro do Tetéu e uma no Morro da Penha. Em São Vicente, há registro de dois óbitos, um no Vila Valença e um no Parque Prainha.

Do total de mortos, 22 foram identificados e liberados para sepultamento. Doze enterros ocorreram na quarta-feira (4) e cinco estão marcados para esta quinta – outros cinco ainda não estão confirmados.

Desaparecimentos

O temporal provocou o desaparecimento de 22 pessoas, sendo 16 no Guarujá, cinco em Santos e uma em São Vicente.

A busca por corpos de pessoas soterradas segue com voluntários ajudando o Corpo de Bombeiros. No momento dos deslizamentos, houve populares que conseguiram retirar membros da própria família de dentro da lama. 

O número de desabrigados é de 406, sendo 151 no Guarujá, 150 em Santos, 102 em Peruíbe e três em São Vicente. Veja imagens dos estragos provocados pela chuva:

Comentários no Facebook