ONU renova década pela segurança no trânsito

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou a Segunda Década de Ação pela Segurança no Trânsito (2021-2030), conforme documento publicado em agosto. A ONU reconhece as lições aprendidas com a primeira década (2011-2020), mas percebeu a necessidade de continuar promovendo uma abordagem integrada para a segurança viária.

A meta continua sendo reduzir as mortes e lesões no trânsito em pelo menos 50%, nos próximos dez anos.  O documento cita que os governos devem continuar promovendo ações como a regulamentação de leis que garantam veículos mais seguros (obrigatoriedade de airbags, sistemas de segurança ativos e outros equipamentos de segurança). Também devem incentivar o desenvolvimento e implantação de tecnologias para melhorar a acessibilidade, com atenção especial às necessidades de segurança de usuários mais vulneráveis, onde pedestres, ciclistas, motociclistas e usuários de transporte público estão incluídos.

A ONU solicita que a Organização Mundial da Saúde (OMS) continue monitorando, por meio de seus relatórios globais, o progresso em  relação ao cumprimento das metas da década. O documento já determina uma reunião geral sobre o tema em 2022, ainda sem data e local definidos.

Fonte: Portal do Trânsito

Comentários no Facebook