Onyx é exonerado para tratar de emendas na Câmara

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

O ministro Onyx Lorenzoni, que deixou a pasta da Cidadania para assumir na última quarta-feira (24) a Secretaria-Geral da Presidência, foi exonerado do cargo temporariamente. Segundo nota do governo federal, o ministro pediu exoneração do cargo, conforme publicação na edição extra do Diário Oficial desta sexta-feira (26), para tratar de emendas do orçamento no Congresso Nacional.

De acordo com a pasta, o afastamento do ministro é temporário. Como Onyx tem tem mandato de deputado federal, ele deve reassumir como parlamentar e voltar à Câmara para protocolar emendas de sua autoria até a terça-feira (2), como é de praxe em cada legislatura. Deve retornar ao cargo de ministro na próxima quarta-feira (3). Isso já ocorreu em anos anteriores e outros ministros também devem fazer o mesmo. 

É o que ocorreu em janeiro e em 2019, quando Onyx estava no cargo de ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República. Do R7.

Comentários no Facebook