Operação Divisa investiga desvio de recursos no serviço público de coleta de lixo em Salvador

Foto: Reprodução

Supostos desvios de recursos públicos na prestação de serviço de coleta de lixo, contratado com dispensas de licitação aparentemente fraudulentas, são alvos da Operação Divisa deflagrada na manhã desta quarta-feira (22), pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) com apoio do Grupo de Apoio Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). 

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão expedidos pelo Desembargador Diógenes Barreto, do TJSE (Tribunal de Justiça de Sergipe), em endereços residenciais, empresariais e de órgãos públicos, nos municípios de Indiaroba/SE, Lagarto/SE, Salvador/BA e São Sebastião do Passé/BA. 

Os mandados foram executados por equipes dos GAECOs do MPSE e do MPBA, com o apoio operacional das unidades da Polícia Militar do Estado de Sergipe COE e GATI.

As investigações correm sob sigilo e são um desdobramento de apuração cível conduzida pelo Ministério Público Estadual, que investiga também contratações emergenciais forçadas, com veementes indícios de ausência de efetiva prestação de serviços contratados.   

A empresa que forneceu suposto serviço de limpeza para o município, supostamente sediada em um prédio empresarial próximo ao Shopping Salvador, na verdade não está funcionando, o que dá indícios de se tratar de uma empresa de fachada. Via Bnews.

Comentários no Facebook