Operação Faroeste: PF apreendeu R$ 100 mil em casa de ex-presidente do TJ

Foto: Divulgação/TJ-BA

A Polícia Federal apreendeu mais de R$ 100 mil encontrados na casa da ex-presidente do Tribunal de Justiça Maria do Socorro Barreto Santiago. A informação foi tornada pública hoje, em nova decisão do ministro relator do caso no Superior Tribunal de Justiça, Og Fernandes. A desembargadora também foi presa na nova fase da operação. 

Na peça, narra o Ministério Público Federal (MPF), chamou a atenção “um grande estojo do tipo mostruário com adornos femininos, contendo colares, anéis, relógios, brincos. Destaca-se que os três relógios estampam a marca Rolex, não sendo possível afirmar se são apenas imitações”. 

O ministro conclui que os valores encontrados, além das jóias e obras de arte, não correspondem com a função da magistrada. 

O caso

 A operação foi deflagrada a pedido da PGR e da PF, e ocorre um dia antes das eleições para presidência do TJ/BA, marcadas para o dia 20. 

O inquérito do MPF apura suspeitas de crimes como corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa composta por membros do judiciário baiano. Informações do Metro1.
 

Comentários no Facebook