Pastora morre durante culto ao levar três tiros do ex-marido em MS

POLÍCIA CIVIL/ DIVULGAÇÃO

Uma pastora foi executada a tiros pelo ex-marido durante um culto evangélico na noite desta terça-feira (27/8/2019), em Aquidauana, cidade localizada a 135 quilômetros de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. As informações são do Uol.

Rose Meire Mendonça, 48 anos, celebrava um culto na Igreja Pentecostal Bandeira da Vitória quando foi atingida por três dos seis disparos feitos pelo seu ex-marido, Carlos Mendonça. Conhecida também como pastora Cida, Rose chegou a ser socorrida pelos fiéis presentes e levada a um pronto-socorro, mas não resistiu aos ferimentos.

O suspeito fugiu e foi localizado em uma casa nos fundos da igreja. Carlos confessou o crime à policia e tentou cometer suicídio, dando uma facada no próprio peito. Em depoimento para a polícia, o homem disse que cometeu o crime por não aceitar a separação, ocorrida há duas semanas.

Antes de assassinar a ex-mulher, Carlos teria deixado uma carta de despedida aos filhos, que não foi divulgada. Via Metrópoles.

Comentários no Facebook