Polícia captura homem que matou investigador na BR-324

A policia civil conseguiu prender Mateus Rodrigues Santos da Silva, que confessou ter matado o investigador Pedro Rodrigues do Carmo Filho, na tarde deste sábado (4) em Águas Claras, na BR 324, durante um assalto a ônibus.

No vídeo gravado pelos policiais ele confessou como matou o policial civil

O outro envolvido na morte de policial também tinha passagens e morreu no hospital

Eliomar Cunha Dias, 22 anos, criminoso também envolvido na morte do policial, possuía passagens por tráfico de drogas e violência doméstica. Ele foi atingido pelo policial civil durante confronto, posteriormente socorrido para o Hospital do Subúrbio pela Operação Gemeos, mas não resistiu.

Os militares faziam rondas na região de Águas Claras quando encontraram o criminoso dentro de um matagal, com um ferimento  ocasionado por arma de fogo.

Equipes da Força-Tarefa que investiga morte de policiais, dos departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Combate a Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) da  Polícia Civil, e da Operação Gemeos, do Batalhão de Choque, e do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) fazem diligências em busca dos comparsas de Eliomar, que participaram da ação contra o investigador.

“Daremos todo apoio à família e as polícias estão mobilizadas para encontrar os envolvidos. Infelizmente estamos diante de mais um caso envolvendo criminoso que já foi preso, ganhou a liberdade e retornou a praticar atos ilícitos. Precisamos de uma reforma urgente no Código Penal”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Gravação interna do õnibus mostra momento do assalto
Arma apreendida teria sido usada pelos meliantes

Com informações da Ascom: Alberto Maraux

Comentários no Facebook