Polícia prende acusado de matar ambientalista

Alexandre Ferreira Vieira confessou ter entrado na casa da vítima para roubar um celular e trocar por droga

Equipes do Departamento de Polícia do Interior (Depin) da Polícia Civil e da Superintendência de Inteligência (SI) da SSP capturaram, nesta terça-feira (19), Alexandre Ferreira Vieira, autor do latrocínio contra a ativista ambientalista Rosane Silveira Santiago, 59 anos. O caso aconteceu, no dia 29 de janeiro deste ano, na cidade de Nova Viçosa, região Sul da Bahia.

Após o crime, que ocorreu na residência da vítima, equipes da 8a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Teixeira de Freitas) iniciaram o trabalho de inteligência. Testemunhas foram ouvidas e os policiais civis constataram que o aparelho de celular de Rosane tinha sido roubado.

Com apoio da SI, o smartphone foi encontrado com uma terceira pessoa que o adquiriu, mesmo sem nota fiscal ou checagem da procedência. O receptador foi conduzido e indicou quem fez a venda.

Durante diligências os policiais conseguiram prender Alexandre, que possuía mandado de prisão, em Nova Viçosa. Ele confessou ter praticado o crime, pois precisava de dinheiro para comprar drogas. Ele indicou ainda que a arma utilizada no latrocínio pertencia a Tales Henrique Marcelino do Nascimento, que acabou preso em flagrante com o revólver calibre 38.

“Trabalho de inteligência e parceria com a SI da SSP. Comprovamos que não se tratou de crime político ou relacionado à luta social desenvolvida pela vítima. Infelizmente é mais um caso envolvendo viciado em drogas”, lamentou o diretor do Depin, delegado Flávio Góis.

Comentários no Facebook