Polícia vai investigar se adoções feitas por Flordelis foram ilegais

A Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ) vai abrir um novo inquérito para apurar supostas adoções ilegais que teriam sido feitas pela deputada federal Flordelis (PSD-RJ).

De acordo com o portal UOL, policiais colheram informações sobre possíveis irregularidades durante depoimentos no âmbito da investigação do assassinato do pastor Anderson do Carmo.

A pastora foi denunciada como a mentora do homicídio. Ela não foi presa por ter imunidade parlamentar.

Flordelis é mãe de 55 filhos, a maior parte deles afetivos. Investigadores suspeitam que alguns deles tenham sido adotados fora do Cadastro Nacional de Adoção, o que seria ilegal desde 2009.

Um dos exemplos é Daniel dos Santos. Ele é tido como o único filho biológico de Flordelis com Anderson. Ao UOL, um filho adotivo disse que a deputada não engravidou quando Daniel chegou na casa, ainda bebê. Informações do Metrópoles.

Comentários no Facebook