População carcerária de Salvador cresce 75% na última década

Foto: Reprodução

O número de ocupação nas 12 unidades que fazem o Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, varia a cada dia. No entanto, nos últimos 10 anos essa ocupação teve um salto expressivo: em 2010 haviam 8.887 detentos, já em 2019 o número subiu para 15.632 – um aumento de 75,9%. As informações são da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). 

Um perfil desses presos traçado pelo G1 Bahia, consta que a população carcerária tem entre 18 e 24 anos (31%) com Ensino Fundamental incompleto, detido por tráfico de drogas, em regime fechado. Quanto ao sexo, o homem (4.838) é predominante no complexo, um número é quase 50 vezes maior que a mulher (102). Os principais crimes cometidos pelas pessoas que estão custodiadas no Complexo Penitenciário da Mata Escura são tráfico de drogas, roubo, homicídio e latrocínio – roubo seguido de morte. 

Na capital baiana, os detentos e detentas ficam divididos entre as 12 unidades prisionais que formam o Complexo da Mata Escura. Dessas unidades, uma está lotada e quatro superlotadas (41%): Lemos de Brito, Cadeia Pública, Presídio Salvador (Principal e Anexo) e Conjunto Penal Masculino de Salvador. Informações do Bnews.

Comentários no Facebook