Prefeitura publica Decreto que atualiza tarifa do transporte público

A Prefeitura de Camaçari publicou, nesta quinta-feira (4/04), no Diário Oficial do Município, o Decreto Municipal de n° 7065/2019, que atualiza a tarifa do transporte público municipal a partir deste sábado (06/04). Após as tratativas entre o governo e as empresas que prestam o serviço na cidade, ficou comprovada, através de diagnóstico, a necessidade do reajuste da tarifa para evitar um colapso do sistema.

Como contrapartida para o reajuste no valor do transporte coletivo, o município cobrou que as empresas se comprometam com uma série de melhorias para os usuários que fazem uso do sistema. As empresas garantiram a oferta de aplicativos para monitoramento das linhas e horários dos ônibus; criação de novos pontos de obtenção do Camaçari Card e ampliação dos pontos existentes; honrar e se comprometer a respeitar as linhas criadas ou canceladas pela municipalidade; e modernizar os ônibus e serviços oferecidos à população.

Para a atualização do valor da tarifa, foram considerados dois aspectos: as pessoas que utilizam o Camaçari Card e as que pagam a passagem em dinheiro. Para quem usa o cartão, o valor da tarifa passa a custar R$ 3,00 dentro da sede. Os valores para a Costa de Camaçari variam entre R$ 3,30 e R$ 5,10, a depender da localidade. Já para o usuário que paga em dinheiro, o valor da passagem para a sede será de R$ 3,25, enquanto que na Costa os valores variam entre R$ 3,60 e R$ 5,50.

A diferença de valores na forma de pagamento é uma maneira de incentivar os usuários a optarem por solicitar o cartão e, assim, evitar o uso do dinheiro em espécie, na tentativa de coibir os assaltos a ônibus. Apesar da atualização da tarifa, Camaçari continua a ter o menor valor em relação a cidades da Região Metropolitana de Salvador.

Como medida para melhorar a qualidade do transporte de Camaçari, a Prefeitura licitou uma empresa de consultoria que está encarregada de realizar um estudo que vai identificar as necessidades no sistema de transporte público e, com base nas informações coletadas, construir o edital para o processo licitatório que será realizado pela Prefeitura. O prefeito Elinaldo Araújo assegurou que essa é uma prioridade de sua gestão. “Esse é um dos grandes desafios do governo, estamos atentos a isso e vamos extinguir a clandestinidade e oferecer um serviço com mais qualidade para os usuários”.

O último reajuste de tarifa em Camaçari ocorreu em abril de 2017.

Comentários no Facebook