PRF encerra Operação Tamoio III com 6 toneladas de drogas retiradas de circulação nas rodovias federais da Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, no último domingo (26), a terceira fase da Operação Tamoio, que teve como foco o enfrentamento a estrutura logística das organizações criminosas na complexa rede do sistema multimodal, que integra o meio rodoviário, o aéreo, o portuário, o marítimo e o fluvial.

As rodovias federais seguem sendo o principal modal de locomoção no Brasil, tanto para cargas e pessoas que movimentam a economia do país, quanto para os criminosos com complexos esquemas de logística para transportar ilícitos. Já as organizações criminosas se valem de rotas comercialmente existentes, aliadas a formas clandestinas. Porém, independente do modal utilizado, em algum momento, os ilícitos serão transportados por rodovias.

Foto: Reprodução PRF

Por isso agentes de pronta resposta federal, desde as primeiras horas do dia 18 (sábado), iniciaram as ações e com o uso das mais diversas tecnologias e ferramentas de inteligência policial, que tornaram as abordagens mais assertivas, culminaram nos resultados obtidos de apreensões de drogas, recuperação de veículos roubados e demais ilícitos penais, inviabilizando as ações criminosas do tráfico de drogas e receptadores.

Na Bahia, durante os nove dias de atividades foram apreendidos mais de 6 toneladas de drogas (maconha, cocaína, crack, skunk) em ocorrências distintas em todo o estado. A maior apreensão aconteceu na noite domingo (26), em trecho de Feira de Santana (BA). Na carroceria de um caminhão, escondidos em meio a carga de farinha de trigo, foram encontrados diversos fardos de maconha, que após pesagem totalizou 5.805 Kg (cinco mil, oitocentos e cinco quilos) da droga, dando um prejuízo de quase 6 milhões de reais às organizações criminosas.

As apreensões de anfetaminas também merecem destaque. Foram 66.059 unidades tiradas de circulação. Essas substâncias conhecidas por ‘rebite’ são utilizadas pelos motoristas para diminuir o sono e dirigir por mais tempo na estrada, conduta perigosa que pode ocasionar acidentes graves.

Além disso a PRF na Bahia recuperou 13 veículos roubados, furtados ou clonados. Outros 12 veículos adulterados foram apreendidos no período.

Já a quantidade de pessoas presas alcançou 43, por crimes como tráfico de drogas, descaminho, ambiental, roubo, receptação de veículo, mandados de prisão em aberto, uso de documento falso.

Os agentes federais apreenderam ainda 63 celulares importados, além de 208 fones de ouvido, 60 aparelhos de som e mais 40 teclados de computador. A ação aconteceu durante fiscalização no KM 800 da BR-242 na noite deste sábado (25), em Barreiras (BA). Estima-se que o material apreendido seria comercializado, no mercado informal de ambulantes, por quase 150.000 reais.

No combate aos crimes ambientais, os PRFs seguem combatendo o tráfico ilícito e a criação ilegal. Durante a operação, resgataram 94 animais silvestres de diversas espécies da fauna brasileira.

Para mais fotos, acesse o link: https://flic.kr/s/aHsmPGczLc.

Comentários no Facebook