Recadastramento de aposentados e pensionistas no mês de outubro é suspenso

O recadastramento da Previdência está suspenso até o fim de outubro para aposentados e pensionistas do Estado. O objetivo é não expor idosos e pessoas do grupo de risco, já que se trata de um processo presencial.

Com a suspensão, quase 11 mil pessoas deixarão de se dirigir às unidades do Centro de Atendimento Previdenciário (Ceprev) em funcionamento nas unidades da Rede SAC. Essa é a quinta vez que o processo é suspenso.

A decisão foi publicada no Decreto estadual n° 20.012/2020, publicado no último sábado (26). O documento pode ser consultado no Diário Oficial do Estado (DOE). 

Publicada no decreto estadual n° 19.586, do dia 27 de março deste ano, a medida teve seu texto original alterado pelos decretos n° 19.735/2020, n° 19.787/2020, n° 19.885/2020 e nº 19.942 que incluíram os meses de junho, julho, agosto e setembro, respectivamente. Com a nova suspensão, os aposentados nascidos no mês de outubro – e pensionistas cujo benefício foi originado por servidor que também aniversariava neste mesmo mês – estão dispensados de realizar a atualização dos dados cadastrais.

O recadastramento de inativos e pensionistas do Estado, realizado pela Superintendência de Previdência (Suprev), unidade vinculada à Secretaria da Administração (Saeb), é realizado anualmente para assegurar a manutenção dos benefícios previdenciários. Com a suspensão anunciada pelo Governo, como medida de prevenção à covid-19, o valor não deixará de ser pago a quem não fez o recadastramento.

Mais informações podem ser obtidas pelo call center da Suprev, por meio dos telefones 0800 71 5353 (para chamadas de telefone fixo) ou (71) 4020-5353 (para ligações originadas do interior do estado e de celular) ou ainda no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.bna.gov.br). Informações do Correio*.

Comentários no Facebook