Rui Costa avalia brigas e atuação da PM durante o Carnaval

Foto: (Manu Dias/GOVBA)

O governador da Bahia, Rui Costa, comentou sobre a atuação da Polícia Militar durante os dias do Carnaval, durante entrevista coletiva nesse domingo (23). “De uma forma geral, o Carnaval está seguindo o padrão do ano passado. Segue muito parecido com o último”, disse.

Rui destacou a nova abordagem da Polícia Militar na folia. “Quando estava no trio de Bell na quinta-feira, eu fiquei observando que quem estava na frente e atrás do trio, estava tranquilo, dançando, namorando e curtindo a festa. Mas do lado, eu via homens fortões dançando em posição de briga. Teve um que partiu o supercílio e depois veio e abraçou o outro. Eu queria que um psicólogo, um psiquiatra ou um sociólogo fizesse um estudo sobre isso. Estamos fazendo um esforço para identificar esses casos e trazendo mudanças do comportamento militar”, pontuou. 

Ele também usou as redes sociais para falar sobre o assunto:

O trabalho da polícia tem gerado muitos comentários neste Carnaval, mas é preciso analisar os números para tratar a questão. Ampliamos o efetivo e o uso da tecnologia e o resultado tem sido um aumento no número de prisões, de apreensões e de abordagens nos portais de segurança.— Rui Costa (@costa_rui)February 23, 2020

Segundo dados da Secretaria daSegurança Pública (SSP), cerca de 2,5 milhões de pessoas foram contabilizadas passando pelos portais de abordagem, no terceiro dia de festa.  Nos postos policiais foram registrados 17 casos de lesões  corporais, contra 16 do ano passado. Já os furtos, tiveram queda de 20,1% com 172 ocorrências, enquanto em 2019 foram 219 registros. Os roubos tiveram diminuição  de 4,5% – 21 casos, contra 20 do último Carnaval. 

Ceará
O governador também  se mostrou preocupado com a situação do Ceará.  “Tudo isso me preocupa quanto ao rumo que o país está tomando. Infelizmente o Brasil está desgovernado, sem controle, tudo isso fruto dessa instabilidade institucional. Os estados nordestinos estão remando contra a maré “. 

Eleições
Sobre a corrida eleitoral  e o apoio  para as próximas eleições municipais, Rui disse que os partidos precisam começar a colocar seu bloco na rua. Sobre a suspensão do concurso da Polícia  Militar, ele afirmou que o governo está fazendo todos os esforços para derrubar a liminar e contratar novos policiais: “Estamos tentando suspender a liminar para que possamos seguir com o processo”, reforçou. 

Agenda no Carnaval
Apesar de não acompanhar a saída do Ilê Aiyê,  no Curuzu, ontem (23), Rui Costa não confirmou se ainda deve cumprir mais algum compromisso da agenda  oficial até a Quarta-feira de Cinzas. Sobre o Ilê,  Rui ressaltou que precisava descansar ainda por conta da cirurgia que passou no início do mês de janeiro: ” Preferi ficar em casa. Ainda estou em processo de recuperação  por conta da cirurgia. Mas hoje estou aqui na rua”. Informações do Correio.

Comentários no Facebook